• Renascidos em Pentecostes

Ela é a nova Primavera! É Maria, a Mãe do meu Senhor!


Refletindo em quando foi meu primeiro contato com Nossa Senhora, me veio à lembrança momentos maravilhosos desde a minha infância. Ainda por volta dos 11 anos de idade, em minhas orações simples de criança, tive a graça de receber a visita da mãe do Senhor em meu quarto. Deitada em minha cama com os longos cabelos caídos até o chão, senti fortemente a presença de Nossa Senhora e pude sentir verdadeiramente o toque de suas mãozinhas delicadas acariciando meus cabelos. Essa experiência foi inesquecível e marcou muito a minha infância e minha intimidade com Maria.

Desde então, pude ter uma relação de oração e intimidade com a mãezinha do céu, como eu gostava de a chamar quando criança. São muitos os testemunhos da presença de Nossa Senhora em minha vida, e desde o momento que me consagrei a ela pude testemunhar muitas graças. O mais interessante é perceber a fidelidade e o cuidado de Maria com minha família e com aqueles que amo.

Ao engravidar do meu primeiro filho, antes mesmo de saber da gestação, tive uma linda visão onde Nossa senhora se ajoelhou aos meus pés e colocou as mãos no meu ventre. Neste momento eu vi ela acariciar meu bebê e me revelar que seria um menino. Consagrei meu bebê, ainda na barriga à Virgem Maria, e para minha eterna felicidade, Felipe nasceu no Dia de Nossa Senhora Aparecida, dia 12 de outubro.

Em minha segunda gestação, escolhi o nome de minha filha em uma visita ao Santuário de Nossa Senhora Aparecida. Ao observar a representação das mulheres da Bíblia abaixo da imagem que as pessoas do Brasil e do mundo vão para prestar culto, não tive dúvida que o nome da minha filha estava ali. Consagrei-á ali mesmo à Virgem Maria e para completar minha gratidão, Esther nasceu no dia que a igreja celebra a Natividade de Maria, dia 08 de setembro.

Muitas foram as experiências, que tive a honra e graça de vivenciar onde Nossa Senhora esteve sempre comigo, intercedendo por mim e minha família. Definitivamente, somos todos da Imaculada. Como devota de Nossa Senhora das Graças sempre me dirigi a ela em minhas orações diárias, e sempre incentivei a devoção mariana em minha família. Para minha imensa alegria e surpresa, aos 5 anos, minha filha escolheu Nossa Senhora da Primavera por devoção. Desde muito pequenina já mostrava encanto pela “Maria das flores”, a “Maria da Primavera”. Escolheu para seu aniversário de 7 anos uma festinha com o tema Nossa Senhora da Primavera! Ela sempre dizia: “Mamãe, eu faço aniversário junto com Maria. Nós duas nascemos no mês da Primavera”! Neste momento eu percebi que a relação entre Esther e “Maria da Primavera” era realmente algo sobrenatural. Desde então passei a olhar Nossa Senhora da Primavera com um outro olhar. Ela conquistou o coração da minha filha e isso me fez lembrar de quando eu era criança e recebia as visitas da mãezinha do Céu em meu quarto para acariciar os meus cabelos.

Nos últimos anos minha família sofreu muitas perdas importantes, a morte da irmã do meu esposo, do meu sogro e da minha mãe. O câncer tirou a vida deles e a nossa alegria também. Trouxe dor para minha família e deu aos meus filhos a experiência da perda muito precocemente. Mas em todos os momentos de dor que atravessamos, ela estava ali, intercedendo por nós. Esteve presente em cada detalhe. Depois de tanto sofrimento, a vida foi acontecendo com todas as alegrias e tristezas e superando nossas dores, decidimos que 2020 seria um ano de coisas boas e de mudanças. Eu e meu esposo queríamos uma vida mais simples, com mais tempo para a família e para Deus. Mas então veio a morte de meu pai também pelo câncer, o coronavírus(COVID-19), a dificuldade financeira, a crise familiar... E mesmo com todas as dificuldades de um ano tão difícil, entregamos nossas vidas nas mãos de Jesus e de Maria. A dor e o sofrimento tiram nossa visão do horizonte, nos coloca em uma escuridão que não nos permite enxergar além da tristeza. Mergulhados na dor, perseveramos em nossas orações, e posso afirmar com toda certeza que nunca estivemos tão perto de Deus e das coisas do céu. Eu, meu esposo e meus dois filhos estamos unidos pelo amor, pela dor e pelas orações. Para a Honra de Nosso Senhor Jesus Cristo e pela intercessão da Virgem Maria conseguimos inaugurar nossa clínica odontológica e compramos nossa casa. Queríamos começar uma nova vida e essas conquistas não são apenas bens materiais, é a realização de um sonho. O sonho de ter o Papai almoçando em casa todos os dias, trabalhando pertinho de casa, o sonho de sairmos de um apartamento e irmos para a nossa tão desejada casa.

Eu me lembro exatamente do dia em que orei a Deus e fiz uma cartinha colocando dentro da minha Bíblia. Nesta carta coloquei os desejos íntimos do meu coração. Entreguei esses desejos em oração em um Cenáculo com Maria da Paróquia São Pedro que aconteceu em minha casa há dois anos. Em um pedacinho pequeno de papel pedi 3 coisas: a conversão verdadeira da minha família, a conquista de termos uma clínica só nossa próxima de nossa casa, e nossa tão sonhada casa. Pude ver o poder de Deus em nossas vidas nesses dois anos. Eu sou testemunha de que quem anda com Nossa Senhora testemunha os milagres de seu filho Jesus.

Consagramos nossa clínica e nossa casa à Virgem Maria. Ao adentrar os dois locais, a primeira coisa que se vê é a presença de Jesus Cristo e Nossa Senhora nas imagens que colocamos para simbolizarem nossa devoção. Temos a obrigação de testemunhar o quanto Deus agiu em nosso favor.

Como devota que sou de Nossa Senhora das Graças, pensei logo em colocar uma imagem no jardim da nossa casa nova. Mas minha filha me convenceu... “Mamãe, se vai ficar no jardim, tem que ser Nossa Senhora da Primavera”. Lembrei da Maria das Flores, da Maria da Primavera, e decidi que iria colocar Nossa Senhora da Primavera como a intercessora da minha casa, da minha família e de nossas vidas.

E o tão sonhado momento chegou! Nossa casa ficou pronta. Mudaremos este mês, dia 18 de setembro de 2020, bem próximo a data que é celebrada a festa de Nossa Senhora da Primavera. Ela estará no meu jardim, abençoando meu lar, e no dia 22 de setembro estaremos reunidos em família para celebrarmos a chegada de uma nova primavera em nossas vidas, com a presença dos anjos e da Virgem Maria.

Nossa Senhora da Primavera para muitos é apenas mais um nome, mais um título dado para a mãe de Jesus. Mas para minha família, é muito mais que isso. Foi ela quem trouxe uma nova primavera, trouxe esperança de uma vida nova, uma luz na escuridão da saudade. Sinto o amor de Maria por mim e por minha família. E jamais poderei ser omissa e deixar de testemunhar suas infinitas graças derramadas, principalmente nos momentos mais difíceis.

Independente do título recebido, e da devoção escolhida, é a mesma Virgem de Nazaré que se faz presente no meio de nós. A mesma Virgem que disse SIM para a missão de amor que Deus lhe confiou. A mesma menina que disse “Eis aqui a serva do Senhor. Faça-se em mim segundo a Vossa Palavra”, exemplo de humildade e obediência, esta mulher mudou a nossa história. Nos deu a chance de termos a redenção dos nossos pecados por meio do filho de Deus que colocou no mundo. Filho que ela viu ser crucificado, e mesmo assim, com o coração transpassado por uma lança de dor, permaneceu firme porque sabia que por meio daquele sofrimento estava o peso da salvação da humanidade.

Como não amar Maria? Como ignorar esta mulher? Se o próprio Deus a escolheu, devemos confiar que Ele tinha seus motivos. Escolheu uma entre todas as mulheres, a serva preferida. Devemos pedir todos os dias a Deus que nos dê a graça de sermos obedientes e humildes como ela.

Maria é a ponte entre nossa humanidade e a santidade de Nosso Senhor Jesus Cristo. Ela que foi sacrário vivo, carregou o menino Deus em seu ventre santo, está sempre pronta a nos ajudar, a interceder por nós. Como serva de Deus e devota de Nossa Senhora posso afirmar que não há como resistir ao amor de Deus e ao amor de Maria. Estar no colo de Nossa Senhora nos faz mais próximos do céu. Não há como resistir. Devemos nos orgulhar em ter conosco a presença da mãe de Deus. Maria, santa e fiel, serva escolhida do Senhor, só ela é capaz de nos ensinar a viver como escolhidos. Deixou seu exemplo de mulher forte e temente a Deus, como devemos ser. Dona do dom do silêncio, e com este mesmo silêncio tanto nos ensina por meio das escrituras e de sua eterna intercessão.

Independente do momento que estamos vivendo, se em meio a alegrias ou em um vale de lágrimas, sou testemunha viva de que Maria está conosco em todos os momentos, mesmo que não reconheçamos. Ela nos ajuda, nos encoraja, nos levanta, enxuga nossas lágrimas e está ali a todo instante, assim como esteve com Jesus aos pés da cruz.

Crentes nesta esperança de que Nossa Senhora não nos desampara, enchamos nosso coração de alegria para receber a visita desta mãezinha que nos ama e cuida de cada detalhe em nossas vidas. O mês de setembro chegou e trouxe consigo a chegada da Primavera, estação da alegria, com suas cores e flores. O cântico dos pássaros anuncia a chegada de uma nova Primavera, uma oportunidade de começarmos uma nova vida, alicerçada em Jesus Cristo e iluminada por nossa Senhora da Primavera!

Como diz a música: “Ela está aqui! Ela já chegou!!! Sua presença nos enche de luz e de amor. Ela vem iluminando nossas vidas, exalando um perfume que traz cura interior. Ela é a nova Primavera. É Maria, a mãe do meu Senhor! Rainha da manhã, ilumina meu caminho, me mostre a redenção, traga a minha salvação. És a nova Primavera, com perfume incomparável, quero viver eternamente ao teu lado”.

Viva Nossa Senhora da Primavera!!!


41 visualizações
Siga no Twitter
Assista no Youtube
Curta no Facebook

Por RK Estrategia Digital © renascidosempentecostes.com.br 2009-2020 Renascidos em Pentecostes - Todos os direitos reservados 

FUNDAÇÃO SÃO PEDRO CNPJ: 10.905.580/0001-10 - QSD 25 ÁREA ESPECIAL - TAGUATINGA SUL- DF

Produtos comprado no portal são entregues em até 8 dias úteis