Siga no Twitter
Assista no Youtube
Recomende no Google+
Curta no Facebook

Por RK Estrategia Digital © renascidosempentecostes.com.br 2009-2019 Renascidos em Pentecostes - Todos os direitos reservados 

FUNDAÇÃO SÃO PEDRO CNPJ: 10.905.580/0001-10 - QSD 25 ÁREA ESPECIAL - TAGUATINGA SUL- DF

Produtos comprado no portal são entregues em até 8 dias úteis

Como acolher o chamado do Senhor no casamento

 

 



Irmãos, o chamado à santidade é para todos.


Quando você é batizado, a graça santificante é derramada sobre você e vai te santificando pouco a pouco. Na verdade nascemos para sermos santos e participar do reino de Deus. Mas neste caminho de santidade somos barrados pelos pecados mortais (o que nos tira da graça santificante) e pelos pecados capitais. Assim sujos e imperfeitos, mas detentores de nossas vontades própria (livre arbítrio) teremos sempre em nossas mãos a opção pelo caminho da santidade. E a vida pode ir te levando de pecado em pecado sendo afastado cada vez mais da face de Cristo. Mas pode chegar o dia, que será só seu, em meio a tribulações, ou doenças, ou perdas, ou grande vazios onde você tem tudo, materialmente falando, e mesmo assim é infeliz, e você sente o chamado de Deus em sua vida. É dado um toque bem no centro de sua alma. E quando este dia chega, você se sente impelido a buscar as coisas de Deus. Este encanto a leva a buscar este Deus, a amar Jesus Cristo no amor-caridade, no amor ao próximo e na obediência como gesto de humildade àquele a quem devemos amar sobre todas as coisas e no temor de ofendê-lo como gesto de gratidão, sem dúvida nenhuma é o que vai lhe dominar deste dia em diante.


Este acolhimento ao chamado de Deus se dá quase sempre NO SEU DOM.


Muitas pessoas que são chamadas ficam presas em saber qual o seu Dom, desejando ser um grande pregador, um santo renomado ou coisa parecida. Mas não é bem assim, você precisa entender o seu dom.


Se você é um homem ou mulher que tem o dom do casamento, de viver com um companheiro(a), sonha em ter filhos, ter uma família linda, com certeza não é um bom candidato ao celibatário. O seu servir será mais agradável a Deus, no seu dom verdadeiro; porque o exercerá grandemente e será exemplo para salvar muitas almas.


Se você já é casado(a) ou foi casado(a) e também sentiu este chamado, com certeza estas relações com sua família devem ser conservadas e sobrenaturalizadas. Sentirá necessidade de cumprir com mais cuidado seu estado do casado(a). O seu chamado por Deus não lhe dá o direito de abandonar sua família descumprindo o seu dever de Estado. Não é ficar ao pé da igreja, como alguns fazem, negligenciando o cuidado e o zelo com sua família. O toque que Deus lhe deu é quase sempre para salvar as almas perto de você, com seu exemplo, sua obediência, sua paciência, sua mansidão e principalmente com sua sabedoria na condução destas almas; estas almas são seus filhos(as), esposas(os), netos(as), parentes e vizinhos. Você será a luz, o suporte forte, a fonte de sabedoria que mostra o pecado que há neles e os resgata à Deus.


Conforme São Paulo disse: “A união misteriosa que existe entre Cristo e sua Igreja, é a imagem da graça do sacramento do casamento. As mulheres sejam sujeitas aos seus maridos, como ao Senhor: porque o marido é a cabeça da mulher, assim como Cristo é a cabeça da igreja. Maridos amai as vossas mulheres, como Cristo amou a Igreja e a si mesmo se entregou por ela, para a Santificar “.”Assim pois, respeito e amor mútuo, aproximando-se o mais possível do Amor de Cristo à Igreja; obediência da mulher ao marido, em tudo quanto é legítimo; dedicação e proteção, do marido para com a sua mulher; tais são os deveres que o Apóstolo traça aos esposos cristãos.” ( Compêndio de Teologia Ascética e Mística- Adolphe Tanquerey)


E ainda, se Deus lhe deu filhos(as), receba-os como depósitos sagrados; ame-os como filhos de Deus que foram entregues a você para formá-lo como Cristão (futuros cidadãos do Céu), exercendo sua autoridade de pai ou mãe, com prudência, delicadeza, força e doçura. Não mimem seus filhos, sem os formar no trabalho e virtude. Assim o homem ou mulher estarão exercendo uma espécie de sacerdócio no seio da família.


O seu chamado é para te Santificar e com você e por você a Santificação de toda a sua família. “O céu todo se encherá de alegria por uma só alma(pecadora) salva”; (Lucas 15, parábola da moeda perdida). Lembre-se, você tem essas almas em suas mãos e lhe será cobrado. Essa é sua principal missão.


Irmãos, quando o seu chamado é bem recebido, será nutrido pela palavra, confissão e comunhão; Deus lhe concederá graças sobre graça e seu dom inicial se abre a outros dons, que será usado para servir ao próximo. A igreja será o seu abastecimento na fé e também um local onde você poderá através das pastorais, grupos ou comunidades, colocar o seu dom a serviço da igreja e dos necessitados, sem deixar de cumprir seu dever de estado e obedecendo sempre aos mandamentos da Lei de Deus e da sua Santa Igreja.
 

Facebook
Twitter
Curta este post
Please reload

  • Grey Facebook Icon
  • Grey Twitter Icon
  • Grey YouTube Icon
  • Grey Instagram Icon
  • Flickr - Grey Circle