A experiência poderosa de Pentecostes


“Chegando o dia de Pentecostes, estavam todos reunidos no mesmo lugar. De repente, veio do céu um ruído, como se soprasse um vento impetuoso, e encheu toda a casa onde estavam sentados. Apareceu-lhes então uma espécie de línguas de fogo, que se repartiram e pousaram sobre cada um deles. Ficaram todos cheios do Espírito Santo e começaram a falar em outras línguas, conforme o Espírito Santo lhes concedia que falassem.” (At 2,1-4).

Pentecostes significa quinquagésimo, porque é uma solenidade celebrada cinquenta dias a páscoa e marcava (não marca mais??) o final da colheita para o povo judeu. Para o judaísmo, era uma das três grandes festas juntamente com a páscoa e a festa das tendas. Os judeus celebravam Pentecostes como forma de agradecimento pelo envio da bênção de Deus sobre as lavouras e as colheitas realizadas e ofereciam as primícias dos frutos da terra. Para nós cristãos, Pentecostes significa o envio do Espírito Santo, prometido por Jesus Cristo, sobre os apóstolos reunidos naquele maravilhoso cenáculo juntamente com Nossa Senhora e que também é derramado em profusão sobre todos nós que acreditamos no Nome Poderoso de Jesus Cristo.

Os apóstolos foram testemunhas oculares da prisão, dos flagelos, das humilhações, da morte que Jesus Cristo havia experimentado e, certamente estavam reunidos naquele cenáculo tomados de sentimentos de pavor, angústia, medo, terror de que o mesmo sofrimento de Jesus Cristo também recaísse sobre eles e estas emoções eram até compreensíveis, porque ainda não tinham feito uma experiência com a pessoa do Espírito Santo. Entretanto, havia uma promessa pelo próprio Jesus Cristo durante a sua ascensão: “E comendo com eles, ordenou-lhes que não se afastassem de Jerusalém, mas que esperassem o cumprimento da promessa de seu Pai, que ouvistes, disse ele, da minha boca; porque João batizou na água, mas vós sereis batizados no Espírito Santo daqui há poucos dias. Assim reunidos, eles o interrogavam: Senhor, é porventura agora que ides instaurar o reino de Israel? Respondeu-lhes Ele: Não vos pertence a vós saber os tempos nem os momentos que o Pai fixou em seu poder, mas descerá sobre vós o Espírito Santo e vos dará força; e sereis minhas testemunhas em Jerusalém, em toda a Judéia e Samaria e até os confins do mundo.” (At 1, 4-8). Os apóstolos poderiam ter fugido, perdido a fé, a esperança e a confiança em Jesus Cristo, mas eles não fizeram isso. Ao contrário, perseveraram em oração e firmes na fé o cumprimento da promessa. Deus prometeu, Deus cumpriu e o Espírito Santo desceu como línguas de fogo e com o ruído de um vento impetuoso sobre cada um que ali estava e desta forma aconteceu a primeira efusão do Espírito Santo, inclusive com a manifestação de Carismas do mesmo Espírito Santo. Neste momento, nasce a Igreja de Jesus Cristo e os apóstolos que antes estavam tomados de medo, receio e pavor recebem a coragem vinda do Espírito Santo e levam a Boa-Nova de Deus por todo o mundo. Pedro que antes era medroso e tinha negado Jesus Cristo três vezes, após a experiência poderosa de Pentecostes, pregou para mais de três mil pessoas e a Palavra vai dizer que até a sua sombra curava e podemos ver em todo o Livro dos Atos dos Apóstolos o que aconteceu com aqueles que verdadeiramente fizeram a experiência com a efusão do Espírito Santo.

A experiência de Pentecostes não é uma teoria ou falácia. Ela é real e vemos todos os dias em nosso meio, de modo especial na nossa Comunidade Renascidos em Pentecostes que tem por um dos carismas viver na efusão do Espírito Santo, a manifestação poderosa do Espírito Santo através de curas, libertações, conversões, restaurações que são testemunhadas por milhões e milhões de pessoas. A promessa de Jesus Cristo não foi somente para os apóstolos, antes é para todos que acreditam no Seu Nome Poderoso que tem o poder de curar, de libertar e de nos abençoar.

Sem a experiência de Pentecostes, eu e você ficamos como os apóstolos antes do envio do Paráclito Prometido: paralisados e presos nos nossos medos e nos nossos receios. Deus não quer isso. O Espírito Santo quer que sejamos destemidos e corajosos no anúncio do Reino de Deus neste mundo cada vez mais ateu, frio e desacreditado.

Portanto, eu convido você para caminharmos juntos para a Semana e a Festa de Pentecostes 2019 que acontecerá na data de 02 a 09 de junho e que terá como tema: “Coragem, Deus te chama!” E é exatamente assim. O Senhor não quer que fiquemos à margem. Ele quer que estejamos inseridos nesta missão de viver e espalhar esta experiência poderosa de Pentecostes por Brasília, pelo Brasil e pelo mundo!

Que Deus te abençoe!


49 visualizações
Siga no Twitter
Assista no Youtube
Curta no Facebook

Por RK Estrategia Digital © renascidosempentecostes.com.br 2009-2020 Renascidos em Pentecostes - Todos os direitos reservados 

FUNDAÇÃO SÃO PEDRO CNPJ: 10.905.580/0001-10 - QSD 25 ÁREA ESPECIAL - TAGUATINGA SUL- DF

Produtos comprado no portal são entregues em até 8 dias úteis