top of page

13 de maio, dia de Nossa Senhora de Fátima.

Em todo 13 de Maio comemora-se o dia de Nossa Senhora de Fátima ou, formalmente, Nossa Senhora do Rosário de Fátima, sendo uma das invocações marianas atribuídas à Virgem Maria e que surgiu com base nos relatos de aparições citadas por três pastorinhos na cidade de Fátima, Portugal.

Registre-se que, Nossa Senhora de Fátima teve origem na cidade de Fátima, em Portugal, onde três crianças - Lúcia de Jesus Santos, com 10 anos e seus primos Francisco Martos de 9 anos e Jacinta Martos de 7 anos - tiveram a visão de Nossa Senhora.

Foram aparições de Nossa Senhora às três crianças ocorridas no ano de 1917, e, coincidentemente, sempre no dia 13 de cada mês. A primeira foi no dia 13 de maio, sendo que a menina Lúcia via e conversava com Nossa Senhora de Fátima, já Francisco só via e não ouvia os diálogos. Por fim, a menina Jacinta viu e ouviu, mas não falou com Nossa Senhora de Fátima.

A primeira aparição de Nossa Senhora, ocorreu quando Lúcia, Francisco e Jacinta estavam brincando num lugar chamado Cova da Iria, no dia 13 de maio de 1917. Subitamente eles viram um clarão parecido com relâmpagos e naquele momento abençoado, avistaram sobre a copa de uma pequena árvore chamada azinheira, uma Senhora de beleza incomparável - era a Santa.

Avistaram uma Senhora vestida de branco, com uma luz clara e intensa que dava a ideia de um copo com água pura, cristalina, acompanhado de raios do sol.

A face incontestavelmente bela, não dava sinal de tristeza e nem alegria, mas sim, havia um tom de censura. Como se estivesse rezando, as mãos estavam juntas, apoiadas no peito, e voltadas para cima. Em sua mão direita tinha um Rosário e as vestes mais pareciam raios de luz que iluminavam todo o local. O manto e a túnica eram brancos e bordas douradas, cobrindo a cabeça da Virgem Maria e desciam até os seus pés.

A despeito do momento abençoado ao qual passaram as crianças, Lúcia relatou que não conseguira descrever os traços da fisionomia clara e brilhante de Nossa Senhora. Contudo, de forma suave, Nossa Senhora tranquilizou as três crianças, dizendo que não tivessem medo, pois ela não faria nenhum mal a eles, apenas pedia que todo dia 13, as crianças retornassem àquele local e que rezassem muitos terços.

Nossa Senhora de Fátima disse aos meninos que para reparação dos pecados e conversão dos pecadores, teriam que rezar e que Deus seria o conforto deles.

Assim se pronunciando, Nossa Senhora abriu as mãos e delas saiu uma forte luz. Naquele momento as crianças ficaram de joelhos e rezaram em silêncio a oração: “Ó Santíssima Trindade, eu vos adoro. Meus Deus, meu Deus, eu vos amo no Santíssimo sacramento”.

Nossa Senhora ainda pediu: “Rezem o terço todos os dias, para alcançarem a paz para o mundo e o fim da guerra”.

Após esta aparição e sempre com muita luz, Nossa Senhora de Fátima elevou-se vagarosamente até desaparecer.

A devoção à Nossa Senhora de Fátima é vista pelo mundo inteiro, os terços são rezados diariamente pelos fiéis e cada um recebe a graça de que necessita para o momento de aflição, sempre lembrando do pedido da protetora de que o terço deve ser rezado todos os dias.

Nossa Senhora de Fátima é celebrada no dia do aniversário da sua primeira aparição, em 13 de maio. O Santuário em Fátima é visitado o ano todo por milhões de peregrinos e devotos que agradecem as bênçãos recebidas.

Fonte: http://www.devotosdefatima.org.br/ Data de acesso:

Rosene Carla Barreto Cunha Castro

Advogada e membro da Pastoral Familiar da Paróquia São Pedro.




 

312 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page